quarta-feira, 6 de julho de 2016

Farol baixo nas rodovias

Primeiro veio o uso obrigatório do cinto de segurança nos automóveis. Depois que todos se acostumaram, agora é a vez da lei que obriga faróis acesos em luz baixa nas rodovias durante o dia.

A lei sancionada pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) é para o nosso bem e dos outros, segundo especialistas de trânsito justificam a medida, que deve reduzir número de acidentes nas estradas.

Tanto para carros que vêm em sentido oposto na rodovia, como para pedestres que vão atravessar a estrada, pois oferece melhor visibilidade e evita atropelamentos.

Antes havia já a recomendação do uso de faróis acessos durante o dia, apenas em casos do tempo chuvoso ou nublado a fim de melhorar a visibilidade de quem dirige em rodovias.

Agora não, a lei diz que é a qualquer hora do dia . Quem desobedecer pode ser multado, pois passou a ser uma infração de trânsito com pontos de punição na carteira do motorista.

Se é para o bem de todos, vamos cumprir a nova norma de trânsito, não esquecendo de desligar os faróis quando estacionarmos, para economizar uso da bateria. Logo nos acostumaremos.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Embromação da Latam

HUB Aí um dos centros aéreos da TAM no país
Mais uma vez passaram a perna no coitado do Rio Grande do Norte, com a perspectiva de ser um dos fortes candidatos ao  "hub" (centro de conexões aéreas) da Latam (fusão da LAN e TAM) no Nordeste.

Os constantes adiamentos para anunciar o Estado vencedor da região para a execução do empreendimento, parece muito mais pura embromação da Latam para ganhar tempo e obter vantagens com os Estados.

Esse tal hub não sai mais este ano e só Deus sabe quando sairá. E agora? O RN um Estado pobre economicamente se apressou em oferecer vantagens para conquistar o projeto dado como quase certo.

Na disputa com o RN estão Ceará e Pernambuco que se preparam também para a conquista do mesmo empreendimento. Estados mais fortes na concorrência devem com o tempo levarem a melhor.

A Latam depois de muita enrolação agora põe a culpa na crise econômica para suspender o projeto e a iniciativa de construir o hub anunciado para a região. Essa peleja vem desde 2015.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Políticos desavergonhados

CHICO ANYSIO Nos bons tempos do Justo Veríssimo
Um personagem de quadro humorístico do programa de Chico Anysio na televisão revelava o verdadeiro caráter dos políticos brasileiros que se elegem com o voto do povo.

"Eu quero é me arrumar" – repetia sempre esse personagem quando estava em cena e provocava risos de quem assistia. De fato, o tempo passa e a situação não muda o modo de pensar dos homens públicos.

A operação batizada de Lava-Jato está aí dando exemplo de combate à corrupção de políticos e empresários, que envergonham o país que acompanha o noticiário.

Contudo, apesar da profunda crise econômica que o país enfrenta, com desemprego e queda na renda das famílias, políticos que exercem mandatos ainda se acham no direito de aumentarem seus salários.

É muita cara de pau de governantes diante de um quadro de crise na saúde pública, na segurança, na educação e de dificuldades em pagar salários, mas que resolvem aumentar sua própria remuneração.

Quando afinal vai se mudar tal mentalidade que a política é o caminho para se locupletar por meio de um mandato em vez de ser para servir à comunidade, à cidade, ao Estado e ao país?

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Largada do 2º semestre

Iniciado o segundo semestre, as expectativas brasileiras são as mesmas em relação à política e a condução da economia no país. Em agosto espera-se o final do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), com o julgamento pelo Senado.

Na economia, a esperança é que as medidas que vêm sendo tomadas pelo governo interino de Michel Temer (PMDB) amenize a recessão econômica em que o Brasil enfrenta desde o governo dilmista. País vive muitas dificuldades que há tempos não passava por situação igual.

Governo do peemedebista, ex-aliado de Dilma, que está no começo, pode não ser o dos sonhos, mas está pelo menos destravando a economia em busca de medidas que aliviem a crise no país, que passa por inflação, desemprego, queda na renda familiar e custo de vida elevado, além de crédito caríssimo por conta dos juros exorbitantes.

Faltava ao governo petista credibilidade e capacidade para dominar a crise em que enfiou o país.
_____________
Comunicado

Julho é mês de férias, da chamada alta estação. Não é que eu pretenda fazer turismo nesta crise. Nada disso. Contudo, neste mês o blog vai entrar em recesso lá para o dia 10 de julho,  e só retorna no início de agosto, para permitir um descanso a este batalhador.

No início da próxima semana já, em virtude de outras atividades profissionais, devo faltar um dia ou outro com a postagem diária, quando não for possível. É compreensivo. Bom fim de semana!

Atoleiro governamental

Ao que parece na história governamental potiguar, nunca um governo em quatro anos deu tão errado, sem conseguir sair da crise financeira ...

MAIS VISITADAS