sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Obsessão de Temer

Enquanto o Brasil cresce em violência e criminalidade trazendo insegurança para a população, o presidente Michel Temer torna-se obsessivo na ideia fixa da reforma da Previdência. Seus aliados, com exceções, nem tanto. A não ser os que querem bajular o Poder insistem no tema.

Só Deus sabe por que tamanha obsessão do presidente Temer, em querer enfiar na goela de todos nós essa reforma já  desfigurada e sem credibilidade, em vez de deixar o tema para o próximo governante do país, a sair das urnas de outubro deste ano. Reforma que não tem votos suficiente.

Acho até que a próxima internação hospitalar do presidente Temer vai ser caso de psiquiatria. O homem enlouquecerá se não fizer essa reforma da cabeça dele e sua trinca. Você acredita mesmo que é só para salvar a Previdência no futuro? Me engana que eu gosto.

Por que não cuidar da insegurança nacional no combate contra o narcotráfico que está levando o Rio a uma verdadeira guerra com envolvimento das Forças Armadas? Onde inocentes e indefesos perdem vidas. Não é só a região do Rio de Janeiro que vive o terror desse desastre social brasileiro.

Outras capitais e Estados passam por semelhante situação, inclusive aqui no Nordeste, onde as Forças Armadas já se fez presente várias vezes para ajudar os Estados em crise com relação à segurança pública. No entanto, a prioridade de Temer permanece sendo a reforma previdenciária.

É só isso e somente isso, a reforma da Previdência, apoiada por uma mídia nacional comprada com cotas publicitárias e, certamente, outras negociatas que não vieram ainda a público, como a sonegação empresarial fiscal.

Não duvide, porque por trás desse angu tem caroço grande.

Agora é esperar o Carnaval passar, terminar fevereiro, passar as eleições e talvez, em novembro, o tema da reforma previdenciária ainda vai ser ressuscitado por alguns teimosos, que mesmo sem chance, vão tentar trazer o angu à pauta da Câmara dos Deputados. Rogai por nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atoleiro governamental

Ao que parece na história governamental potiguar, nunca um governo em quatro anos deu tão errado, sem conseguir sair da crise financeira ...

MAIS VISITADAS