quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Sol e chuva nas paradas de ônibus

PARADAS Sem conservação
Faz um tempo que os natalenses ainda esperam pelas melhorias das paradas de ônibus na cidade. Sem nenhum abrigo que os ampare da chuva ou do sol, usuários do transporte coletivo reclamam da situação e das promessas da prefeitura que até hoje não foram cumpridas. Por quanto tempo vai-se esperar pelas novas estruturas a serem instaladas nos bairros de Natal?

Numa das principais vias de ônibus, na avenida Bernardo Vieira, que liga a zona leste à zona oeste, a situação é a mesma dos pontos em bairros da zona sul. Passageiros de linhas urbanas ficam à mercê de que seu transporte passe logo para se livrar do sol escaldante do meio-dia. Ou então de que a chuva não venha, porque não tem como se proteger nas paradas até que o ônibus chegue.

Já ouvi a Prefeitura de Natal anunciar algumas vezes que novas instalações estão por vir e vão trazer mais melhorias para os pontos de ônibus, só dependem de licitação pública. Só que o tempo vai passando e a situação permanece a mesma por quase toda a cidade, com exceção de algumas estações de transferência. Vamos aguardar que 2015 chegue com boas notícias nesse sentido.

Na manhã desta terça-feira (25) estive observando algumas dessas paradas no bairro onde moro. Pessoas que estão esperando o ônibus ficam se valendo de marquises de lojas ou algum poste de luz que projete  uma sombra qualquer, mesmo estreita, quando o sol esquenta pra valer. É um desrespeito ao cidadão ou cidadã que paga impostos e depende do transporte público.

Chega a lembrar aquela velha canção do cantor Waldick Soriano: "Eu não sou cachorro não". Embora ele tenha feito com outro sentido, serve para quem busca o poste como abrigo. Natal como cidade turística, de muito sol o ano inteiro, deve apressar seus investimentos nas demandas sociais para acolher melhor seus visitantes. A festa natalina está quase chegando e a cidade continua sem pontos de ônibus acolhedor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIASCO DE GOVERNO

Está simplesmente imperdível a análise deste período de um ano e meio do governo brasileiro do ex-capitão Jair Bolsonaro, que a jornalist...

MAIS VISITADAS