terça-feira, 19 de agosto de 2014

Começou horário eleitoral

Aquele horariozinho na televisão e no rádio que muita gente detesta começou. É o chamado horário eleitoral obrigatório das eleições deste ano, dia 5 de outubro, para a Presidência da República, Senado, Câmara Federal, governos estaduais e assembleias legislativas.

Cada candidato ou candidata apresenta suas propostas, ideias e se dirige ao distinto público no minutinho concedido do programa eleitoral de seu partido ou coligação partidária. Quem tem o que dizer tenta conquistar o voto do eleitorado; quem não tem já começa a perder aí, com a rejeição eleitoral.

Enfim, o horário eleitoral significa a democratização do espaço na mídia, dando vez a todos que se lançaram candidato para algum cargo eletivo.Cada vez mais a população se mostra decepcionada com os políticos brasileiros e parte dela quer abrir mão de seu voto como forma de protesto.

Não é isso que vai moralizar a política brasileira, mas sim a escolha bem feita de candidatos, com critérios e consciência crítica. Esse é um direito garantido pelas democracias e ignorá-lo em nada vai resolver nossos problemas de coletividade. Mude de candidato a cada eleição se for o caso, mas não abra mão de seu voto.

A renovação dos quadros políticos é importante quando necessário para aperfeiçoar o sistema democrático em busca de acertos. Nem todo candidato é tão mau que não mereça uma chance do voto. Há os que trabalham por coisas boas e que merecem nosso apoio. Vamos em frente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIASCO DE GOVERNO

Está simplesmente imperdível a análise deste período de um ano e meio do governo brasileiro do ex-capitão Jair Bolsonaro, que a jornalist...

MAIS VISITADAS