sexta-feira, 26 de maio de 2017

FANTASMINHA CAMARADA

DEPUTADO Motta em maus lençóis
Escândalos políticos pipocam em Brasília e nos quatro cantos do país. É a chamada "corrupção sistêmica" que se vai descobrindo e que está em todo o Brasil. No Rio de Janeiro, em São Paulo, Minas Gerais e no Rio Grande do Norte também.

Aqui no RN, envolve o deputado estadual Ricardo Motta (PSB/RN), parlamentar de família de tradição política e industrial no Estado. Ex-presidente da Assembleia Legislativa do RN, esse Motta, investigado pelo Ministério Público Estadual, protagoniza um dos maiores escândalos da política potiguar da atual safra já descoberto até aqui.

O Ministério Público ofereceu denúncia contra Motta, acusando-o de "chefiar organização criminosa", entre 2011 e 2015, quando se tornou presidente da ALRN, que desviou recursos públicos do parlamento estadual com a inserção de "servidores fantasmas" na folha de pagamento da Assembleia Legislativa.

Apenas em 2011 como comprovação oferecida, o "esquema criminoso" do deputado teria desviado em torno de R$1,1 milhão. Haja grana!

Mas não é só, pois o mesmo Motta já está sendo denunciado por desvio de recursos financeiros, num montante de mais de R$ 19 milhões, das contas do Idema/RN – Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente. Este outro caso de roubalheira.

E agora, Motta? Será que um bom advogado lhe tira dessa enrascada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apenas uma fatalidade

A morte de Gugu Liberato aos 60 anos, causada por um acidente doméstico, assim tão de repente, trouxe-me à lembrança um surrado dizer p...

MAIS VISITADAS