segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Último mês do ano

Entramos dezembro, mês de boas festas, de muitas compras por conta do salário adicional de fim de ano. A cidade se enche de luzes coloridas nas noites do ciclo natalino que o comércio faz a festa vendendo mais do que o habitual durante o ano todo. Dezembro é imbatível em termos de consumo. 

Muitas festas de confraternização, troca de presentes de amigo secreto, gastos com necessidades para o  lar e para coisas pessoais, por aí aumenta-se o consumo no comércio. Até usa-se mais o carro neste período agitado de fim de ano, que emenda com réveillon.

É também o último mês do governo Rosalba Ciarlini (DEM) no Rio Grande do Norte, que nada fez e por isso não deixará saudades. Rosalba vai voltar para sua terra Mossoró, onde certamente continuará a fazer sua politicagem feijão com arroz comandada pelo marido secretário da Casa Civil, Carlos Augusto Rosado.

Considero que foram quatro anos perdidos, que poderia ter feito muito pelo Estado, mas passou o tempo a se queixar das dificuldades financeiras, como se nenhum governo passasse por isso. Em vez de enriquecer seu currículo político, piorou muito em sua passagem pelo governo do Estado.

Como costuma dizer o jornalista Ricardo Kotscho: vida que segue! Vamos em frente que aí vem outro governador eleito. É o vice-governador Robinson Faria (PDS), que rompeu com ela, Rosalba e seu marido, ainda no início do governo, e conquistou nas urnas de outubro a cadeira de Rosalba.

Neste ano novo que vai começar, os olhares do povo potiguar se voltam para Robinson, que promete ser "o governador da Segurança" e fazer tudo que prometeu no palanque da campanha. Tem credibilidade para mostrar por que foi eleito, mesmo sendo de um partido sem expressão no RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIASCO DE GOVERNO

Está simplesmente imperdível a análise deste período de um ano e meio do governo brasileiro do ex-capitão Jair Bolsonaro, que a jornalist...

MAIS VISITADAS